Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

0

Iwata Jr nasceu em Rio Verde, Goiás, Brasil, mas passou grande parte da vida no Japão, o que foi fundamental na sua formação e trabalho enquanto fotógrafo. Tem diversos prémios e reconhecimentos pelo seu trabalho, muitos a nível internacional. Acha que a evolução da fotografia vai mudar muito nos próximos anos com recursos inimagináveis hoje em dia, por isso o que vai prevalecer é a criatividade. Para quem quer seguir a profissão de fotografo sugere que gastem menos em equipamentos e mais em cursos e workshops, pois conhecimento é tudo. O FOTOGRAFIATOTAL dá-lhe a conhecer um pouco mais a carreira e o trabalho de Iwata Jr:

Iwata Jr Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Onde nasceu e onde vive e trabalha actualmente?
Nasci em Rio Verde, Goiás, Brasil, mas em 1992 com 15 anos me mudei para o Japão.
Quando teve o primeiro contacto com a fotografia?
Em 1998 a convite de um amigo laboratorista participei  num concurso de nu artístico, em Tochigi – Japão, do qual recebi o prémio de primeiro lugar entre 800 profissionais inscritos, o que fortaleceu a minha vontade de trabalhar com o tema.
Desde quando e onde começou a sua carreira na fotografia?
Em 2009 já de volta ao Brasil criei o projeto Preserva Cick , junto a escola de ser, onde em aulas de fotografia para crianças carentes desenvolvi
de forma fotográfica e educacional uma maneira criativa de prevenção contra abuso sexual infantil e DST`s.
Em que momento e porque decidiu tornar-se fotografo profissional?
Em 2010 abri o meu estudio e no mesmo ano fui premiado pela UNESCO por ser o primeiro fotógrafo no Brasil a desenvolver um projeto deste cunho. Convidado pelo ministério da saúde e UNICEF, apresentei na bienal em Brasília o projeto na 1º Mostra Nacional Programa Saúde na Escola e 4º Mostra Nacional Saúde e Prevenção na Escola. Em 2012 a convite da iPhoto editora palestrei no PIB (feira internacional de imagem e cinema).
No mesmo ano o projeto Sensualidade G (fotografia sensual de mulheres acima do peso) idealizado por minha produtora e esposa Kamila Quintella  ganhava 9 páginas na revista “Fotografe Melhor”, e outra matéria na revista FHOX, em seguida foi a vez de ter o trabalho de nú artístico na revista internacional “Digital Photographer Brasil”. Em 2013 fui palestrante num dos maiores congressos do Brasil, o PhotoShow.

Iwata Jr fotografia fine art 011 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Em que área da fotografia se sente mais à vontade ou gosta mais de trabalhar?
O nu artistico fine art e o sensual é o que mais gosto de fazer.
O que considera mais importante para se ser um bom fotografo?
Sem dúvida alguma, o mais importante é o conhecimento, vejo alguns fotógrafos investirem “loucamente” em equipamentos e nenhum investimento em cursos ou workshops. Equipamento não faz nada sozinho é preciso conhecer técnicas e depois saber usar o que tem em mãos.
Onde vai buscar a inspiração necessária para criar o seu trabalho?
Pesquisa, a internet funciona muito bem a nosso favor, procurar referências de outros profissionais e empregar o nosso estilo em cima de um contexto, tomando todos os cuidados para não plagiar a obra de outro profissional.
Qual o seu género de fotografia preferido?
O que me despertou para a fotografia profissional, o Nu artístico fine art.

Iwata Jr fotografia fine art 001 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Que tipo de preparação você faz antes de fotografar?
Conferir todo equipamento é básico, mas acho fundamental ter em mente o que o ensaio pede e preparar para que não falte nada, inclusive pesquisar sobre o tema para ter novas ideias, conhecer as pessoas envolvidas ao ponto de saber os gostos e preferências, assim fica mais fácil ter um resultado mais agradável para o cliente.
Como é a sua equipa de colaboradores habituais?
Nunca trabalho sozinho, tenho sempre minha produtora (Kamila Quintella – que também é minha esposa) em todos os ensaios e quando não há restrição por parte do cliente tenho minha maquiadora e um auxiliar para fotos externas.
Que equipamentos fotográficos usa com mais regularidade?
Essa pergunta é muito relativa, pois a cada tipo de ensaio os acessórios de iluminação são diferentes (poderia fazer uma lista) , mas em relação a cameras eu uso Canon 5D MarkII e Canon 5D MarkIII gosto desse modelo por permitir o uso de ISO 50. Já se tratando de lentes as mais usadas nos ensaios por mim são: 70~200mm f2.8 , 85mm f1.2 e 50mm f1.2 com essas 3 lentes me sinto à vontade para fazer qualquer tipo de ensaio e o resultado final é surpreendente.
Quais os softwares que mais usa na edição do seu trabalho fotográfico?
Costumo dizer sempre, que uma boa fotografia deve sair pronta da camera, mas é claro que uma boa fotografia pode ficar sensacional depois da pós produção. O que eu quero dizer com isso é que alguns fotógrafos que se iniciaram na era digital, fotografam pensando “depois arrumo isso no photoshop” uma frase que eu sou contra, pois a pós produção deve ser para lapidar uma imagem e não reconstruí-la, mas enfim, minha utilização é primeiramente no Lightroom para ajustar densidade e cores, posteriormente o Photoshop para corrigir alguma imperfeição que possa ter, como tratamento de pele.

Iwata Jr fotografia fine art 012 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Alguma vez esteve numa situação embaraçosa enquanto fotógrafo?
Uma pergunta curiosa, ainda não passei por nada constrangedor ou embaraçoso, espero não ter essa experiência tão cedo. (risos)
Que projectos tem para o futuro da sua carreira?
Quero fazer mais trabalhos fora do Brasil, gosto muito de viajar, conhecer outros países e culturas diferentes, actualmente faço parte de um grupo selecto de palestrantes em congressos em todo território nacional, quero levar isso para fora, e quem sabe fotografar casamentos, moda ou fineart como o grande acervo que construí em minha estadia no Japão.
Quais são os fotógrafos actuais ou antigos que você mais admira?
A paixão pela fotografia é bem mista e ampla, tenho alguns ícones que me inspiram, entre eles, Henri Cartier-Bresson com a sua singular poesia nas composições, Sebastião Salgado com o drama e emoção em suas imagens, Ansel Adams com seu fine art incrível, em suas fotografias monocromáticas. Na atualidade, Araquém Acantra, Michael Moore e o querido amigo Brasilio Wille com sua maravilhosa e impecável luz em estúdio.
Quais os 5 websites de fotografia que mais frequenta ou recomenda?
Eu procuro referencias pela web, nada especifico se tratando de um ou outro fotografo, até porque evito focar em um mesmo estilo.

Iwata Jr fotografia fine art 015 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Costuma também fotografar através de smartphone, (iphone ou android)? Se sim quais as aplicações que mais usa?
Não, eu não faço imagens por aparelhos celulares com frequência, às vezes um ou outro clique para registar um momento com amigos, mas é tudo muito caseiro e o mais simples do Instagram.
Habitualmente participa em exposições ou concursos/prémios? se sim quais já participou?
Já participei de 2 concursos, um no Japão em 1998 onde fui premiado em primeiro lugar com o tema nu artístico, e outro em São Paulo em 2011 onde fiquei somente com menção honrosa. Entre 2010 e 2013 realizei 3 exposições abertas, contendo imagens comerciais (casamentos, books e ensaios) e uma exposição somente para convidados, com as imagens de nu artistico fine art. Em 2011 fui premiado pela UNESCO por um projecto social que desenvolvi com crianças carentes.
Como vê a fotografia actualmente e no futuro?
Nós vivemos a era da fotografia, tudo está se transformando nesse exacto momento, ao contrário do que pensava, a mudança não foi na migração do filme para o digital, a mudança está acontecendo agora, com técnicas mais bem elaboradas sobre a utilização da luz, o que para mim faz toda a diferença; e a banalização  do uso doméstico da fotografia, seja com cameras compactas ou aparelhos celulares. No futuro creio que os equipamentos vão estar muito mais aperfeiçoados e farão para os fotógrafos amadores, efeitos que vão similar as técnicas que empregamos hoje à base de muito estudo. Enfim o ciclo de evolução da fotografia vai mudar muito nos próximos anos, imagino que grandes marcas vão criar recursos inimagináveis para nós na atualidade. Assim o que vai prevalecer é a criatividade.
Que conselhos daria a quem pensa seguir a profissão de fotografo?
Seja diferente, comece da maneira correcta, faça primeiramente um curso, trabalhe como assistente de algum fotografo profissional para aprender no dia a dia como é ser fotografo, conheça dessa maneira as dificuldades que vai encontrar em cada situação a ser fotografada. Só depois de ter experiência como auxiliar, fazer cursos, participar de workshops você vai estar preparado para entrar no mercado.
Se auto classificar como profissional e não ter experiência e mesmo assim assumir trabalhos importantes, como casamento (que não tem segunda chance de refazer) e algo der errado, sua reputação já estará comprometida. Portanto estude muito e nunca deixe de estudar, sempre há o que aprender e aperfeiçoar.

Iwata Jr fotografia fine art 018 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr
Iwata Jr Self Portrait1 Entrevista com o Fotografo Iwata Jr

Pode ver mais trabalhos do Fotografo Iwata Jr nos seguintes websites:
www.iwatajr.com.br
www.iwatajr.blogspot.com.br
www.iwatajrfineart.com.br
www.facebook.com/iwata.fineart
E-MAIL: iwata@iwatajr.com.br

email
Share.

Leave A Reply