Entrevista com o Fotografo Primo Tacca Neto

0

Primo Tacca Neto é um conhecido fotografo brasileiro que se tem destacado na àrea da fotografia de moda e ensaios, iniciou-se na fotografia em 2006, desde então tem-se referenciado muito no mundo da fotografia devido aos seus trabalhos que primam pela criatividade. Tacca acha que no futuro o que  distinguirá um fotógrafo de outro será o talento, pois é a única qualidade que não se compra, e que leva anos para se adquirir. A quem quer seguir a profissão Tacca recomenda a especialização dizendo que deve focar-se numa área e batalhar por ela, criando diferenciais e experiência. O FotografiaTotal entrevistou-o e mostra-lhe alguns dos seus trabalhos:

8409011497_a8b9e735e6_o

Onde nasceu e onde vive e trabalha actualmente?
Eu nasci em uma cidade chamada Xanxerê no extremo oeste do estado de Santa Catarina, Brasil. Hoje em dia eu tenho meu estudio em Brusque, perto do litoral catarinense.
Quando teve o primeiro contacto com a fotografia?
Meu primeiro contato com a fotografia foi aos 26 anos, já meio tarde, mas foi por intermédio de um fotógrafo de Blumenau que despertou o interesse neste assunto.
Desde quando e onde começou a sua carreira na fotografia?
Em 2006 eu comecei como hobbie, apenas por curiosidade e desafio, mas aos poucos a fotografia foi tomando conta do meu dia-a-dia e o assunto foi ficando cada vez mais interessante… Mas somente em 2008, aos 28 anos de idade é que me profissionalizei.

_MG_3410-Edit

Em que momento e porque decidiu tornar-se fotografo profissional?
Eu trabalhava com informática e fui demitido, como precisava de um novo rumo, aproveitei e tentei na fotografia uma nova forma de ganho… Era a chance que eu precisava… Profissionalizei-me, estudei bastante mesmo por conta própria, sempre fui autodidata e a partir daí foi somente aprimorar composição, percepção, e por aí vai.
Em que área da fotografia se sente mais à vontade ou gosta mais de trabalhar?
O que eu mais gosto de fotografar são “ELAS”… O universo feminino tanto me encanta quando me motiva… Aos poucos eu fui percebendo o quanto uma fotografia incide na vida de mulher quando ela tem um sonho de ser fotografada. No mercado e na região que eu trabalho, o ensaio fotográfico muitas vezes é um sonho… Descobri isso e comecei a dar muito mais enfase.
O que considera mais importante para se ser um bom fotografo?
Na minha visão o que diferencia um fotografo de outro é a opinião que ele forma a respeito das coisas ou do mundo em que ele vive… Isso se adquire com o tempo, com viagens, experiências e vivências… O senso estético leva anos para se fortalecer e para um fotógrafo é um processo que não para nunca, enquanto os olhos dele estiverem vendo, o que ele sente e o que ele clica muda a todo momento. As percepções que tenho hoje, são diferentes das que tinha há 5 anos atrás e com certeza serão diferentes daqui a 1 ano. Isso é o mais importante, na minha visão, isso não se compra, isso não se empresta, isso é de cada um e ninguém tira.

IMG_3227R
Onde vai buscar a inspiração necessária para criar o seu trabalho?
Existem dois lados, o comercial mais voltado para moda que é baseado em tendências, e essas mudam a cada estação… Mas a real inspiração para meu trabalho como artista vem sempre na hora. Tenho um “insight” e até não conseguir o que eu quero eu não sossego. Muitas vezes não tenho a ideia completamente concebida na minha cabeça, eu tento extrair mais e mais, da equipe (modelos, produtores e maquiadores) e só paro quando eu acho que está bom. O principio para que isso aconteça, pode ser um filme, uma exposição, entrevistas, uma viagem que estou fazendo ou objetos que encontro pela rua.
Qual o seu género de fotografia preferido?
Fotografia feminina
Que tipo de preparação você faz antes de fotografar?
Basicamente revejo com a equipe a locação, referencias e se for cliente pessoal criamos uma expectativa… Afinal o sonho maior é dela.

IMG_8291-Edit
Como é a sua equipa de colaboradores habituais?
Hoje eu tenho uma produtora executiva que é do estúdio, maquiadora e produtora de moda eu contrato dependendo do trabalho, pois mudam os perfis.
Que equipamentos fotográficos usa com mais regularidade?
Uso camera Canon 5D Mark II e lente 24-70mm f2.8, minha preferida. Além disso gosto de trabalhar muito com luz natural, dificilmente uso flash.
Quais os softwares que mais usa na edição do seu trabalho fotográfico?
Uso Lightroom para o gerenciamento do fluxo de trabalho e para a captura vinculada, e todo o tratamento eu faço em Photoshop.

IMG_7856-Edit
Alguma vez esteve numa situação embaraçosa enquanto fotógrafo?
Sim, certa vez, fotografámos um ensaio sensual, a cliente iria presentear o marido, e como sempre ela diz que vai atender um cliente em outra cidade, tudo para termos tempo para fotografar. Geralmente no final das fotos fizemos as fotos onde ela pode se molhar, entrar na agua e tudo mais. Terminámos tudo, tínhamos bastante tempo ainda, passámos na casa dela, assim que entrámos demos de cara com o marido dela, e ela toda molhada, com uma mala cheia de lingeries. A sorte é que eu estava com a minha equipe, porque ele ficou furioso e eu achei que não teria mais olhos para fotografar!
Que projectos tem para o futuro da sua carreira?
Hoje em dia 95% do meu tempo é dedicado a fotografia comercial, catálogos, books, palestras, workshops e congressos. Em um futuro próximo, eu gostaria de me dedicar mais às minhas fotografias de fine-art, exposições e o principal, enriquecer mais a minha biblioteca visual. Quero viajar mais, conhecer outras culturas, povos e costumes e depois colocar isso em fotografia de autor. Basicamente quero polir meu olhar, quero me tornar cada vez mais artista.
Quais são os fotógrafos actuais ou antigos que você mais admira?
Dos fotógrafos antigos, eu gosto muito de Sebastião Salgado, Frederico Mendes, Guy Bourdin e Helmut Newton. Os dois primeiros do quotidiano, e os dois outros de moda. Meu trabalho não é nada parecido com o deles, mas a junção de todos compõem de certa forma a minha arte.

IMG_8949Rc
Quais os 5 websites de fotografia que mais frequenta ou recomenda?
Os que mais vejo e recomendo são: Psd-Tuts+, Lighting-Essentials, PhlearnLLC, Photo-Tuts+ e DigiForum.
Costuma também fotografar através de smartphone, (iphone ou android)? Se sim quais as aplicações que mais usa?
Não costumo fotografar com o telefone. Embora se possa fazer fotos muito legais com o telefone, mas eu prefiro ligar o “modo fotógrafo” quando estou com a minha camera profissional. Eu não sei explicar, mas é como se a minha camera falasse comigo, é como se eu funcionasse só com ela.
Habitualmente participa em exposições ou concursos/prémios?se sim quais já participou?
Hoje não mais. Quando eu era amador eu participava muito, mas eu lembro que quando um fotógrafo profissional participava eu sabia que eu não tinha a menor chance de ganhar, então hoje quando eu vejo um concurso onde tem muitas pessoas amadoras participando eu prefiro não participar, pois eu me coloco no lugar deles… Um amador quando ganha um concurso é um incentivo e tanto para ele. Mas se eu tiver tempo, quem sabe num futuro eu participe sim!

_MG_5404-Edit
Como vê a fotografia actualmente e no futuro?
Essa pergunta é difícil de responder… Digo isso porque como palestrante de workshops eu vejo muitas realidades por aí. O mercado fotográfico é sempre regional, como no Brasil ainda não é uma profissão regulamentada, regionalmente se fazem os preços, os nomes e tudo mais. Então, tem regiões onde tem muitos fotógrafos que não conseguem ter seu trabalho valorizado e tem outras regiões que tem apenas 1 fotógrafo em uma cidade inteira, ou seja, tem gente boa ganhando pouco dinheiro e tem gente ruim ganhando muito dinheiro e vice versa! O fato é que o conhecimento atingiu um nivelamento mundial, todos conhecem as ferramentas e sabem os métodos e equipamentos que precisam para fazer uma boa foto, está tudo aí no youtube, em vídeo aulas. Então, tudo fica muito fácíl e a quantidade de fotógrafos aumentou muito, quantidade gera qualidade mas também fez com que o preço baixasse muito, tirou um brio que era a fotografia de antigamente, tirou o status do fotógrafo como grande “persona”. No futuro, eu imagino que o mercado distinguirá um fotógrafo de outro pelo talento, pois é a única qualidade que não se compra, se leva anos para adquirir.
Que conselhos daria a quem pensa seguir a profissão de fotógrafo?
Foco! O mundo ainda é dos especialistas. Eu acredito que um fotógrafo deve saber o que ele quer fotografar e manter o foco nisso para se tornar especialista, eu acredito que o mundo seja dos especialistas. Não adianta querer fotografar tudo e não fotografar nada direito. Foque em uma área e batalhe por isso, crie diferenciais e experiência para seus clientes! Só assim iremos fazer com que a fotografia volte ao seu lugar.

_MG_6296

355198Pode ver mais trabalhos do fotógrafo Primo Tacca Neto nos seguintes websites:
www.tacca.com.br
www.facebook.com/taccafotografia
www.tacca.com.br/blog

email
Share.

Leave A Reply