Guia da Fotografia HDR

1

A fotografia HDR está definitivamente na moda, embora a grande maioria desconheça o termo e ainda menos saibam o que é e como se faz. O HDR (High Dynamic Range), ou em português, (Fotografia de Grande Alcance Dinâmico), tornou-se uma técnica bastante usada graças ao advento da fotografia digital. No entanto se observarmos a historia da fotografia vemos que técnicas semelhantes eram já usadas desde os primórdios da fotografia, no século XIX embora com sistemas analógicos.

hdr photo 1024x640 Guia da Fotografia HDR

O Que é a Fotografia HDR

Para percebermos o que é a fotografia HDR temos de entender em primeiro lugar a diferença que existe entre o olho humano e uma câmara fotográfica. A amplitude de visualização do olho humano entre zonas de escuras ou de sombra  e zonas iluminadas é enorme, por isso quando olhamos uma paisagem conseguimos ver claramente zonas onde a luz do sol não chega e as zonas mais iluminadas quase da mesma forma. Já a câmara fotográfica tem uma amplitude entre as zonas claras e as zonas mais escuras de uma paisagem bastante limitada. Por isso é normal quando fazemos uma fotografia onde aparece uma grande área ao sol e outra à sombra, das duas uma, ou a zona de sombra fica uma enorme mancha negra, ao ponto de não se conseguir ter quaisquer detalhes, ou as zonas de sol ficam demasiado claras e o detalhe também se perde. Por isso mesmo é necessário quando se fazem fotografias em zonas de sol e sombra, e se pretender ter ambas as zonas equilibradas ao nível de iluminação,  é necessário equilibrar a luz usando algum tipo de iluminação, seja flash, seja um simples reflector. A fotografia HDR ma não é que “esticar” o alcance dinâmico da própria fotografia para se conseguir uma fotografia equilibrada ao nível de iluminação.

História da Fotografia HDR

A invenção do HDR digital deve-se a Paul Debevec, um investigador na área da computação gráfica que em 1997 apresentou ao publico um sistema em que combinava imagens digitais com várias exposições diferentes para produzir uma. No entanto o HDR analógico e produzido a partir de diversos negativos deve-se a Gustave Le Gray, considerado o mais importante fotografo francês do século XIX, devido a diversas inovações tecnológicas que descobriu, entre as quais combinar diversos negativos para produzir uma imagem mais equilibrada e com mais informação. Para criar a fotografia “Brig in the moonlight” Gustave fez dois negativos, um com exposição para o mar e outro com exposição para céu, tendo depois combinado ambos os negativos numa única fotografia. Também Camille Silvy foi um fotógrafo francês do século XIX que terá seguido os seus passos e usou também a técnica HDR para produzir uma fotografia equilibrada ao nível de iluminação.

3 Gustave Le Grey  2084453i Guia da Fotografia HDR

“Brig in the moonlight” Gustave Le Gray – 1856 a 1858

 

camille silvy river scene hdr Guia da Fotografia HDR

“River Scene” Camille Silvy – 1858

Como se faz uma Fotografia HDR

Para criar uma fotografia HDR terá que fotografar no formato RAW, ou através de várias exposições da mesma cena, já que irá precisar de obter várias imagens com diferentes exposições, depois terá que ter um programa de edição de imagem com capacidade de juntar as diferentes fotografias numa única, pode ver aqui alguns softwares HDR neste post: [Os 10 Melhores Softwares Para Fotografia HDR].

Para fazer uma fotografia HDR necessita usar o sistema RAW, para depois poder retirar cópias da mesma imagem com várias exposições diferentes. Poderá por exemplo fazer como o exemplo da imagem que se segue abaixo e efectuar 5 exposições diferentes em JPG a retiradas de um único fotograma em RAW: (-2Ev,-1Ev, 0Ev, +1Ev, +2Ev). Grave as diferentes exposições numa pasta para depois através do programa que pretende para criar o HDR poder juntar as fotografias com as diferentes exposições. Obviamente que muitas vezes terá depois de efectuado o HDR ajustar a imagem a diversos níveis para melhorar ainda mais a sua qualidade, por exemplo ao nível de tonalidades, cor, contraste, etc.

No entanto caso deseje fotografias HDR com um grande alcance dinâmico, o  melhor será mesmo efectuar 3 disparos com a diferença de 2EV em cada (uma foto com exposição normal, outra com +1Ev e outra com -1EV), todas em formato RAW, aí passará a conseguir um alcance dinâmico da cena bastante maior e poderá conseguir fotografias com um aspecto mais natural, o problema de usar 3 fotografias feitas em momentos diferentes, mesmo que décimas de segundo é poder haver objectos em movimento que criem mais tarde aberrações no momento em que juntarmos as imagens para criar o HDR. Terá sempre que haver esse cuidado quando se usam múltiplas exposições.

Hoje em dia há algum exagero no uso da técnica HDR em fotografias onde por vezes não existe necessidade, obtendo-se dessa forma fotografias pouco realistas e com um aspecto bastante falso, no entanto cabe a cada um o usar a técnica da forma que acha mais adequada ao efeito pretendido.

expo hdr Guia da Fotografia HDR

hdr  Guia da Fotografia HDR

O melhor Software para criar Fotografia HDR

Existem inumeros softwares especialmente concebidos para criação de fotografias HDR, tal como já foi aqui referido pode ver num outro post [Os 10 Melhores Softwares Para Fotografia HDR], caso queira saber mais sobre quais as características e quais os melhores softwares para criação de fotografias HDR, não deixe de consultar.

email
Share.